A sábia comunicação já nasce conosco. Quando ainda estamos lá na barriga da mamãe damos os primeiros chutes para dizer: olá, estou aqui! A comunicação está por todos os lados, seja em gestos, sinais, sons e fala. É preciso atenção para usá-la ao seu favor. Afinal, quando usamos erradamente pode nos causar sérias consequências. Como dizia o Chacrinha: Quem não se comunica, se trumbica.

Como o tempo e a evolução dos meios de comunicação aconteceu uma grande transformação e tem horas que acompanhar é quase um missão impossível. Haja no seu ritmo e na sua maneira de ser, com tanto que não perca o enredo da sua vida!

Período de transição e transformação na sociedade

Se antes lá na Era 1.0 vivíamos de produtos e muitas vezes somente um único modelo e forma, hoje estamos na Era 4.0 onde somos responsáveis por nossas escolhas e queremos muito mais o serviço do que o produto.

Convido a você para um rápido passeio pela teoria de Philip Kotler, pai do marketing, hoje com 88 anos. Acho que assim vai compreender melhor este processo.

Era 1.0 – Produto

Um longo período, que veio desde a Revolução Industrial, na Inglaterra, entre os anos 1840 e 1880, oferecia ao comprador a existência de um único produto que poderia suprir o seu desejo ou não, era o que tinha! E foi assim até meados do século XX. Henry Ford, fundador da Ford Motor Company, ilustra bem essa primeira fase do Marketing: “O cliente pode ter o carro da cor que quiser, contanto que seja preto“.

Era 2.0 – Cliente

Foi o momento onde o cliente pode começa a ter seu poder de escolha. O carro não era mais preto! E teve o seu auge de importância nos anos 90, quase o fim do século passado. Finalmente, ele poderia optar por marcas, sabores, cores e valores. O cliente começou a se sentir confortável em consumir!

Era 3.0 – O ser humano

O consumidor foi descoberto e está comprando! Agora é necessário atingir o coração. Consumir passou a ser pela afetividade, pelo posicionamento da marca e o emponderamento seja ele na sociedade ou na sustentabilidade. Foi ali, na virada o milênio, que o acesso a informação e a internet em boa parte das residências fez mudar o rumo da sociedade mundial, muito mais próxima e globalizada.

É por isto que os produtos precisam passar ao cliente sua proposta de valor para serem afetivamente consumidos. Hoje é necessário suprir muito além do imediato e sim deixar a sua mensagem, vontade de ter ele novamente.

Basta perceber como somos levados cada vez mais ao consumo pelo prazer momentâneo que necessariamente a necessidade. Consumimos o tempo todo e nem percebemos a quantidade de serviços diários. Seja o seu jornal na porta de casa, o celular que virou a extensão do seu corpo e até mesmo as flores da amada são compradas on line!

Os negócios criativos com suas propostas de valor focadas na emoção ganham espaço cada vez maior. Afinal, já nascem envolvidos na magia e na corrente do afeto. Chegam o mercado oferecendo personalidade e causas. No próximo post converso com você sobre o marketing 4.0 e como ele é uma grande ferramenta para os negócios criativos.

Beijos e até lá,

2 Replies to “A comunicação e suas transformações”
  1. Olá, Liane! Gostei de ler sobre as etapas de comunicação e consumo, e as variações que tivemos ao longo do tempo. Saber disso ajuda muito a entender como podemos trabalhar nossos próprios produtos/serviços.

    Fiquei curiosa para a outra parte…! heheh

Deixe uma resposta