Seja o detetive da sua vida e encontre as suas soluções

Será que você prestou atenção em tudo que viveu até agora? Talvez seja o momento oportuno de olhar para si e reviver aquilo que foi mais marcante. Acredite, cada segundo vivido até agora valeu a pena. Afinal, tudo na vida é uma lição.

Quando um profissional ou um empreendedor ouve de alguém: é errando que se aprende, pode ter certeza que este é o caminho.  No século 21 separar a vida profissional da vida pessoal não faz qualquer sentido. Eu sempre achei estranho não poder misturar, me sentia pela metade. Eu descobri que gosto de estar inteira. As novas relações de trabalho, como a colaboração, por exemplo, é exatamente isso. Você precisa ir e estar com o corpo e alma. É preciso estar alerta, o que conta são as suas habilidades, aquelas que você desenvolveu e foi evoluindo desde o útero materno até hoje.

Com o passar do anos a vida vai lhe trazendo pistas, bem do modelo Sherlock Holmes. A solução está ali, debaixo do seu nariz, e você nem se deu conta. Desde pequena eu queria o mundo da inovação e criatividade. Antes de ir para escola fui matriculada no ballet, eu amava ver a abertura do Fantástico e queria ser uma delas, o show da vida. É… não deu muito certo e lá fui eu para escola. Em sala de aula eu sempre procurava um bom motivo para inovar, naquele tempo, na visão da coordenação, era mesmo tumultuar. Achava tudo muito sem graça e sofria em imaginar que iria passar o ano letivo inteiro fazendo a mesma rotina. Gostava mesmo era de ir dançar, mexer o corpo e a mente.

E foi no movimento entre um salto e uma pirueta que encontrei as maiores soluções para passar a minha infância e adolescência. Lá pelas tantas repeti de ano na escola e a punição foi sair do ballet, por um ano. Realmente foi um sofrimento. No colégio descobri algo muito importante sobre mim: sou líder nata e possuo o dom da palavra. E foi assim que conquistei a nova turma. Confesso que escola até passou ser mais divertida, eu virei representante de turma! Ficar à frente dos problemas e soluções me fez amadurecer e ter o meu propósito de vida.

A idade adulta veio. A responsabilidade e a tal cobrança dos mais velhos, nem sempre mais vividos, era latente. Crescer não é fácil para ninguém. Ou você vai ser Peter Pan ou dá uma guinada e vai encarar o mundão. E é neste momento que você reconhece seus talentos e habilidades. O dom da fala se encontrou com a escrita e descobri a agilidade da comunicação.

Conhecer meu corpo me fez também observar no outro certos movimentos e expressões. E quando me dei conta eu “brincava” com a comunicação muito além do que a maioria dos colegas de profissão. Entendi que a ofício que escolhi já estava em mim muito antes da faculdade. Eu já nasci articulando e me comunicando. Meu primeiro contato com a minha mãe foi em uma crise de soluços, ela sempre me contava isso. O que eu queria dizer? Nem sei, só queria manifestar algo ao invés de ficar ali enrolada na manta.

Essa história toda dos parágrafos acima é somente para te dizer que todos nós temos o potencial inovador e criativo. Precisamos ficar sempre alertas aos sinais da vida e aproveitar os momentos oportunos, explorar os diversos “Eus” que existem em nós. Dessa maneira, vai ficar bem mais agradável viver!

No próximo post vamos brincar de ciranda na Roda da Vida!
Até lá! Beijos.

One Reply to “Por onde andam suas oportunidades?”
  1. Que bacana Lili, leve bom de ler e muito bem colocado
    Parabéns

Deixe uma resposta